quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Tantra x Terapia Sexual - Tem diferença?

Tantra x Terapia sexual - Tem diferença?
Por: Ragini
Já ouvi essa pergunta algumas vezes e por isso resolvi escrever sobre.
No Ocidente, até bem pouco tempo, quando alguém tinha problemas de ejaculação precoce, impotência, vaginismo, distúrbios sexuais de toda ordem, geralmente buscava um terapeuta sexual e estava tudo certo. E ainda está. Cada um busca o que lhe convém.
Um terapeuta sexual é alguém que estudou a sexualidade humana e se especializou nesta área das ciências. Não necessariamente fala ou trata de assuntos espirituais, de corpos sutis ou energia.Pode ou não crer em vidas passadas. Sob alguns aspectos, pode sim resolver as questões da sexualidade
Na maior parte do Oriente a sexualidade não é separada do espírito. O ser humano é visto de maneira holística, ou seja, como uma totalidade, integrado ao todo. Assim, lá você muito provavelmente não encontrará um ¨terapeuta sexual¨, salvo se estiver a passeio. Porém, encontrará vários tântricos que auxiliam nas diversas questões humanas, incluindo a sexualidade.
Por isso, um terapeuta tântrico ¨também¨ trata das questões voltadas à sexualidade, pois se a pessoa estiver com a energia estagnada, interrompida, trancada nesta área, por conta de traumas, fobias, etc, terá problemas ¨pipocando¨no restante das áreas da vida, como criatividade, abundância, plenitude...Enfim, não estará integrado.
Porém, além disso, o terapeuta tântrico trabalha a transcendência, a liberação, a iluminação ( ou ao menos deveria).
Transcendência no dicionário significa ¨A capacidade de superar os limites normais¨.
Então, o terapeuta tântrico é alguém que busca a transcendência de seus próprios limites físicos, mentais e espirituais. Busca ir além de si mesmo, do eu, do ego. É alguém que mergulhou e mergulhará tantas vezes quantas necessárias nas questões mais profundas do seu próprio ser, até a própria transcendência. Se não for assim, não conseguirá auxiliar as pessoas que o procuram, pois será um cego guiando outro.
Não quer dizer que o terapeuta tântrico seja um iluminado, mas sim alguém espiritualizado, um profundo buscador de si mesmo e do Grande mistério que guia o universo.
O tantra trabalha com a herança oriunda de vidas passadas, porém trazendo o ser para o presente, a viver o aqui e agora livre das amarras do ego. Toda a carga energética ancestral da humanidade está sendo nele ¨iluminada¨, transcendida, liberada, para que a energia sexual, vital ou Kundalini possa fluir livremente pelos centros energéticos ( chacras) e criar a realidade plena.
A palavra Tantra é composta por duas raízes acústicas: Tan=expansão e tra=libertação. Sua origem é hindu e tem no matriarcado sua raiz.
Tantra é espiritual sem ser religioso. Tantra guia para a natureza de tudo que é.
Entre as ferramentas utilizadas na terapia tântrica estão os ásanas (posturas) especificas para normalizar e direcionar o fluxo energético, massagens corporais
( todas as partes do corpo são tocadas, sem restrições, incluindo genitais = corpo, entende?), fitoterápicos, meditações, exercícios respiratórios, sons, cores, sabores, orientações alimentares, limpezas energéticas e espirituais. Enfim, o despertar da energia e o direcionamento ao ser integral, não mais escravo dos instintos e limitações.
Então, tantra e terapia sexual não são a mesma coisa, porém, tantra também trata a sexualidade humana, entre outra questões igualmente sagradas, visando a união com o infinito, a meta suprema do yoga, o retorno ao supremo.

Rejane Sales (Raginii)
Extraído do facebook.

Comentário:
Sempre que alguém afirma ou me pergunta se sou uma Terapeuta Sexual, minha resposta é não. Embora a sexualidade seja a chave do Tantra, o Tantra vai muito além do sexo. Considerar-se terapeuta sexual, seria limitar-me apenas ao contexto sexual e o Tantra em si não se limita. O Tantra é a própria liberdade. O Tantra tem como propósito o despertar da consciência búdica. O sexo é apenas um degrau; uma isca. Nunca um fim em sei mesmo (Chandra Veeresha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário