sexta-feira, 22 de junho de 2012

Yoni (vagina)- Cuidado com corrimentos


Estas são dicas importantíssimas para mulheres e homens.
Muitas mulheres notam a presença de uma secreção esbranquiçada ou incolor e sem cheiro na calcinha. Se esse é o seu caso, não entre em pânico. “Por influência hormonal, desde a adolescência até antes da menopausa é comum o colo do útero liberar essa substância”, diz o ginecologista Edilson Ogeda, do Hospital Samaritano. Mas a quantidade pode variar de mulher para mulher, aumentando no período da ovulação.

Agora, se o corrimento mudar de cor ou provocar coceira, é a hora de procurar um médico. “Pode ser sinal de processo inflamatório, geralmente causado por imunidade baixa ou bactérias transmitidas pelo sexo sem proteção”, alerta o especialista. O uso abusivo de roupas sintéticas apertadas e de absorventes íntimos que impedem a ventilação local, também contribuem para o surgimento do problema.

Ele recomenda então o uso do preservativo, sabonete íntimo e calcinhas de algodão para evitar o problema. “Outra dica é dormir sem a calcinha para que a região não permaneça ‘abafada’ pelo menos durante a noite.”, conta a Dra. Lucila Pires Evangelista. Além disso, jamais tome remédios por conta própria. Isso só piora a situação, pois uma das causas de corrimento é o uso indiscriminado de antibióticos, que destroem as bactérias protetoras da vagina.

Fonte: mdemulher.abril.com.br
====================
Comentários:
Os atendimentos tântricos femininos atuam claramente no sistema hormonal, prevenindo uma série de doenças. Mas neste caso, ela é preventiva. Se a mulher já estiver apresentando um caso clínico que exige mais cuidados, então deve-se procurar o ginecologista., pois primeiro deve-se saber a origem do problema e o que é (se é passível de contágio ou não) e só então, se pode receber a massagem. Sem isso, o (a) Terapeuta Tântrico não pode atendê-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário