quarta-feira, 25 de abril de 2012

Rumi - Novos Poemas


"Estou tão perto, que posso parecer distante.
Tão completamente misturado com você, que posso parecer separado.
Assim, tão a céu aberto, que é como se eu tivesse escondido.
E tão silencioso
Que é porque eu estou constantemente falando com você."

Rumi

"No amor, não há alto nem baixo,
má conduta nem boa,
nem dirigente, nem seguidor, nem devoto,
só há indiferença, tolerância e entrega."
( Rumî )

Eu quero um amante
que quando se mova,
ou se levante,
deva erguer-se da morte,
jorrando fogo para todos os lados.

Nós ansiamos por um amor
como o inferno;
um amor que queima
do inferno até a superfície;
um amor que desafia as ondas do mar
e atira centenas de mares no fogo.

Envolve os céus
como um lenço em suas palmas.
E suspende a luz inexaurível
no forro do mundo.

Com a humildade de um crocodilo
deve lutar como um leão,
não deixando ninguém exceto ele mesmo;
luta, então, com ele mesmo.

deve rasgar as sete cortinas do amor
com a intensidade da sua luz
e os céus devem responder:
'Maravilha! Maravilha!
Uma vez que ele encontre a saída do Sétimo Mar
e dirija-se ao Monte Kaf, ele deverá
distribuir muitas pérolas e corais
pelos continentes da terra...'" (Rumi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário